No data was found

Polícia apreende menor que comentou mensagem com ameaças a escola em Nova Mutum

A Polícia Civil confirmou, há pouco, que identificou e deteve mais dois menores autores de mensagens de ameaças contra escolas. Em Nova Mutum, o adolescente de 12 anos foi apreendido “por comentar em publicação de rede social, ameaças de massacre em escola da cidade”. Logo que recebeu a denúncia, a equipe de investigação fez diligências e identificou em uma rede social o autor do comentário. Ao ser abordado em sua residência, o menor alegou que as ameaças eram apenas uma “brincadeira”. A avó do adolescente foi comunicada para acompanhar o neto. O garoto foi autuado por ato infracional de provocação de tumulto ou conduta inconveniente.

A Polícia Civil de Nova Mutum disponibilizou o número de WhatsApp (65) 99809-3333 para que a população possa denunciar esse tipo de conduta, entre outros crimes.

Em General Carneiro, na região Leste do Estado, investigadores foram comunicados, ontem à noite, que um aluno do 9º ano de uma escola estadual fazia parte de grupos de WhatsApp, e que manteria em um perfil mensagem com incitação a crimes. O grupo foi criado pelo aluno usando seu próprio celular como roteador, que era compartilhado com colegas da escola. Ele tem 14 anos foi apreendido dentro da escola com uma tesoura, conduzido à delegacia, juntamente com os pais e acompanhamento do Conselho Tutelar. Depois de ouvido, o adolescente foi autuado em flagrante por ato infracional análogo à incitação de crime e preconceito de raça e de cor. O celular do menor também foi apreendido e no aparelho constavam mensagens homofóbicas.

Compartilhar

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Imprimir

últimas Notícias