Campanha Maio Amarelo em Lucas do Rio Verde reforça conscientização para reduzir acidentes

O número de acidentes de trânsito em Lucas do Rio Verde tem aumentado (neste final de semana houve duas mortes), assim como a frota do município. A secretaria de Segurança Pública registrou 1.551 acidentes ano passado, sendo que, deste número, 841 ocorrências tiveram vítimas.

Esse ano, Bombeiros e Guarda Civil Municipal apontam que, até a segunda quinzena de abril, houve 452 acidentes, 251 deles com vítimas.

A campanha Maio Amarelo foi lançada, hoje, com oração feita pelos servidores, no Paço Municipal e as medidas começam a ser colocadas em prática para reduzir os índices. Estão intervenções artísticas no trânsito, abordagens interativas com artistas em bares no período noturno e um ciclo de apresentações de teatro orientativas, em diversos pontos da cidade. A Campanha Maio Amarelo também inclui blitze em pontos estratégicos pela guarda e Polícia Militar.

“Além da campanha orientativa, estamos solicitando para as forças de segurança intensificação nas blitze para que possamos tornar nosso trânsito menos violento”, apontou o coordenador de Trânsito, Paulo Nunes.

As intervenções artísticas serão realizadas nos quatro principais cruzamentos do centro – avenida Rio Grande do Sul com a Mato Grosso; avenida Rio Grande do Sul com Goiás; Paraná com avenida Mato Grosso e Paraná com avenida Goiás.

As ações também serão realizadas nas faixas de pedestres em frente as escolas Dom Bosco, Eça de Queirós e Educar, além de outros pontos de travessia de pedestres com grande circulação: faixas de pedestre dos supermercados Romancini e Verdão.

Para fortalecer o trabalho desenvolvido nos municípios e conscientizar sobre os acidentes também em rodovias, a Polícia Rodoviária Federal iniciou neste domingo (1º) a campanha Maio Amarelo, criada em 2011, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Os países signatários se comprometeram a reduzir a violência no trânsito em um percentual de 50% no período citado, informa a assessoria.

Só Notícias

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no print
Imprimir

últimas Notícias