Volkswagen vai suspender 800 funcionários de fábrica no interior de SP

Volkswagen vai suspender o contrato de 800 funcionários na fábrica de Taubaté, no interior de São Paulo, a partir do dia 1° de agosto. A medida foi divulgada nesta segunda-feira, 17, pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, e vai durar, a princípio, por dois meses, mas pode se estender por até cinco meses. Atualmente, a fábrica, que tem 3.100 funcionários, produz o carro Polo Track, o segundo mais vendido no país neste ano. Ele fica atrás apenas do Onix, da General Motors, outra empresa de fabricação automotiva que suspendeu contratos de trabalho em uma fábrica no município de São José dos Campos, em São Paulo, e que também paralisou a fábrica em Gravataí, no Rio Grande do Sul, no último dia 3. Em relação à Volkswagen, a justificativa da suspensão de contratos de trabalho é ajustar a produção com a demanda de mercado. No último dia 4, a montadora alemã anunciou um investimento de cerca de R$ 5,2 bilhões no Brasil até 2026. A empresa pretende focar na produção de veículos híbridos e elétricos. O objetivo é crescer 40% no país nos próximos quatro anos. O aporte também será destinado ao desenvolvimento de motores a combustão baseados em etanol e à expansão do negócio de assinaturas de carros, voltado para aluguel. A Volkswagen também revelou que pretende lançar dois modelos totalmente elétricos no Brasil ainda neste ano, como parte do projeto da montadora de ter 15 veículos elétricos ou híbridos no Brasil até 2025. A empresa disse que há uma projeção de que o mercado da América do Sul tenha uma expansão de 11% a cada ano até 2030.

Compartilhar

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Imprimir

últimas Notícias

Geral

Jovem morre afogado no Rio verde

A primeira morte por afogamento em Lucas do Rio Verde, foi registrada na tarde deste domingo (7), na ponte do morocó, divisa com o município