No data was found

São Paulo busca virada no Allianz, elimina o Palmeiras e avança à semi da Copa do Brasil

O São Paulo está classificado para as semifinais da Copa do Brasil de 2023. Na noite desta quinta-feira, o Tricolor venceu o Palmeiras por 2 a 1, de virada, em pleno Allianz Parque, pela partida de volta das quartas de final. Na ida, a equipe de Dorival Júnior já havia vencido por 1 a 0.

O Verdão saiu na frente ainda no primeiro tempo, com Piquerez. Na etapa final, contudo, os visitantes buscaram a virada, com gols de Caio Paulista e Deivid.

Agora, o São Paulo espera o vencedor de Corinthians x América-MG, que se enfrentam no sábado, às 16h30 (de Brasília), na Neo Química Arena. Na ida, os mineiros venceram por 1 a 0. Do outro lado da chave, Grêmio e Flamengo disputam uma vaga na final. A CBF ainda não definiu as datas dos embates da próxima fase.

Com a classificação, o Tricolor também embolsou R$ 9 milhões de premiação. Ambas as equipes voltam as suas atenções agora para o Campeonato Brasileiro. O São Paulo recebe o Santos no domingo, às 16 horas, pela 15ª rodada do torneio. No mesmo dia, mas às 18h30, o Palmeiras visita o Internacional.

O jogo – Em desvantagem no agregado e embalados pelo apoio da torcida, os mandantes começaram o clássico tentando pressionar os rivais no Allianz Parque. O time de Abel Ferreira, no entanto, encontrou dificuldades para assustar.

Assim, a primeira chegada de mais perigo saiu apenas aos 21 minutos. Raphael Veiga cobrou falta pela esquerda, e Rony completou de cabeça, pelo lado. Na sequência, Veiga aproveitou o rebote na meia-lua e tentou de primeira. O meia, porém, pegou mal na bola e errou o alvo.

Aos 26, Rony dominou com liberdade na entrada da área e bateu com veneno. Atento, Rafael voou para fazer boa defesa.

Com o susto, o São Paulo acordou e respondeu aos 30. Rato puxou rápido contra-ataque pela direita e cruzou na área. Calleri dominou na segunda trave e tentou o toque na saída de Weverton. Mayke apareceu bem e cortou. Instantes depois, foi a vez de Caio Paulista tentar. O lateral disparou pela esquerda, invadiu a área e chutou para ótima intervenção do goleiro palmeirense.

No lance seguinte, o Palmeiras abriu o placar. Piquerez foi acionado na esquerda e tentou o cruzamento. A bola, no entanto, ganhou efeito e foi em direção ao gol de Rafael, que não conseguiu evitar o tento do uruguaio.

O Tricolor tentou responder rápido e até criou boas chances antes do término do primeiro tempo. Aos 35, Wellington Rato recebeu ótimo passe de Calleri e finalizou rasteiro. Weverton conseguiu desviar e mandou pela linha de fundo. Cinco minutos depois, o argentino voltou a servir o atacante, que concluiu por cima.

Na volta do intervalo, o São Paulo conseguiu o empate. Com apenas três minutos, Mayke falhou ao tentar afastar cruzamento e mandou nos pés de Luciano, que achou Caio Paulista na área. O lateral, então, ganhou a dividida com a zaga e tocou por baixo de Weverton para marcar.

Aos oito, um lance bizarro chamou a atenção. Rafinha tentou recuar para Rafael da intermediária, mas mandou muito forte e quase marcou contra. A sorte do lateral é que a bola passou raspando a trave do goleiro, que não conseguiu alcançar o passe.

Aos 14, os visitantes chegaram a virar o placar. Wellington Rato cobrou falta no bico da área, e Calleri testou firme para o fundo da rede. O árbitro, no entanto, anulou após flagrar falta de Diego Costa em Zé Rafael. Daronco foi chamado no VAR para rever o lance e, após quatro minutos de paralização, manteve a sua opinião.

A partir de então, o Palmeiras tentou se impor. Com 32 minutos, Rony aproveitou cruzamento e cabeceou para a tranquila defesa de Rafael. Na sequência, Jhon Jhon soltou uma pancada da intermediária e viu a bola, que tinha o endereço certo, explodir na marcação. Aos 40, Veiga cobrou falta com veneno e obrigou o arqueiro tricolor a trabalhar.

Nos minutos finais, o Verdão se lançou ao ataque, mas quem acabou marcando mais um foi o São Paulo. Juan recebeu ótimo lançamento de Rafael e escorou para Deivid, que deixou a zaga para trás e, cara a cara, com Weverton não desperdiçou, decretando a virada são-paulina.

Compartilhar

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Imprimir

últimas Notícias