Projeto Olimpus garante auxílio mensal para atletas de alto rendimento em Mato Grosso

Desde que o projeto Olimpus foi reformulado e ampliado em 2020, o suporte financeiro sistemático aos atletas de alto rendimento possibilitou conquistas que projetaram Mato Grosso no cenário esportivo nacional e internacional. Neste ano, com valores e vagas quadruplicadas, o programa promovido pelo Governo do Estado, por meio da secretaria estadual de Cultura, Esporte e Lazer  oferece muito mais oportunidades ao esporte mato-grossense. Com R$ 5,04 milhões em recursos, o projeto vai garantir auxílio mensal a 615 atletas de todo o Estado.

Aos esportistas de alto rendimento são oferecidas duas categorias de bolsas: Atleta Nacional e Atleta Internacional. Ambas são destinadas a atletas, paratletas e atletas-guias com 14 anos ou mais e que obtiveram resultados em competições ou rankings nacionais e internacionais, conforme a categoria.

Beneficiada na edição anterior do projeto Olimpus, na categoria Atleta Nacional, Nayara Amarante é um dos destaques do esporte em Mato Grosso. Para a atleta do Karatê-dô Tradicional, o suporte financeiro é fundamental para manter o nível e as conquistas.

“Ser atleta de alto rendimento exige muita dedicação e treinamento, envolve muitos gastos, desde viagens, alimentação, suplementação e materiais esportivos. E esse aporte do Bolsa Atleta é fundamental, é o que ajuda no dia a dia, um incentivo para que possamos manter o alto nível e as posições”, declara Nayara.

Na categoria Atleta Nacional, o projeto OlimpusMT oferta 150 bolsas com valores mensais de R$ 1,2 mil. Já na categoria Atleta Internacional serão 15 esportistas contemplados com a bolsa mensal de R$ 2 mil.

As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 20. O edital e seus anexos estão disponíveis no site . “Chamamos todos os atletas que participaram das competições e conquistaram bons resultados em 2021 a se inscreverem. Estamos prontos para fazer o maior Bolsa Atleta da história de Mato Grosso”, convida o secretário Jefferson Carvalho Neves.

Para formar novos talentos do esporte, três das cinco categorias atendidas pelo projeto Olimpus incentivam o desenvolvimento esportivo de base: as bolsas Atleta Infantil, Atleta Base e Atleta Estudantil.

A categoria Atleta Infantil beneficiará 150 esportistas com idades entre 9 e 12 anos de idade. Com bolsas mensais de R$ 200, o auxílio visa identificar e valorizar potenciais talentos que se destacam no esporte desde a infância.

As categorias Atleta Base e Atleta Estudantil abrangem esportistas com idade entre 12 e 17 anos. Os valores dos auxílios mensais são de R$ 400 e R$ 800, respectivamente, e cada categoria vai contemplar 150 atletas, somando mais 300 beneficiados.

 

Só Notícias (foto: Cristiano Antonucci)

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no print
Imprimir

últimas Notícias