Proibição da pesca nos rios de Mato Grosso é antecipada e começa no próximo dia 3

A pesca será proibida nos rios de Mato Grosso, a partir de 3 de outubro até 2 de fevereiro do próximo ano, no período de defeso e reprodução dos peixes. A decisão foi tomada, hoje, na reunião extraordinária do Conselho Estadual de Pesca (Cepesca). O período representa uma antecipação de um mês em relação ao período decretado como defeso da piracema nos demais Estados. O padrão da atividade reprodutiva dos peixes nos rios de Mato Grosso foi constatado por monitoramento e pesquisa feitos por especialistas da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat) e Universidade Federal de Mato Grosso que monitoram os peixes.

Os estudos mostram que a maioria das espécies já está em período reprodutivo em outubro, no entanto, ainda não é visível para leigos que o peixe está com os órgãos reprodutivos desenvolvidos. Por isso é necessário proteger os peixes da pesca neste período, informa o governo estadual.

Conforme a professora e bióloga UFMT, Lúcia Mateus, os dados coletados sobre as espécies pintado e cachara mostram que a probabilidade de elas estarem em reprodução no mês de outubro é de cerca de 40%, já em fevereiro, 20%. A probabilidade do conjunto dos siluriformes (peixes como o cascudo e bagre) estarem se reproduzindo no mês de outubro chega a 55%, enquanto em fevereiro, é em torno de 12%. “Estes são dados estatisticamente significativos, e com 95% de confiabilidade”, afirma a pesquisadora.

A proibição de outubro a fevereiro serve também para garantir os estoques pesqueiros do futuro e a União paga, neste período, seguro defeso de um salário mínimo aos pescadores profissionais.

Compartilhar

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Imprimir

últimas Notícias

FUTEBOL SETE NOVA MUTUM 2023

Já está em aberto as inscrição para o campeonato de fute sete aqui da cidade de nova mutum  com varias modalidade de categoria vcs que