Prefeitura de Diamantino paga R$ 419 mil por casa abandonada e caindo aos pedaços

O prefeito de primeiro mandato de Diamantino, Manoel Loureiro Neto, está no centro de um novo escândalo.

Autorizou o município a pagar nada menos que R$ 419,5 mil por uma casa abandonada e caindo aos pedaços para ali se instalar algum órgão público. A proposta de desapropriação do que se chama de lote de terreno foi aprovada pela Câmara Municipal no final do ano passado.

O pagamento foi efetivado a José Haddad Neto em 24 de abril deste ano e, segundo informações, está fora completamente da realidade do mercado imobiliário local.

Compartilhar

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Imprimir

últimas Notícias

Chuva chega e derruba temperaturas em Cuiabá

Cuiabanos vão viver uma verdadeira gangorra com o clima nesta semana. Após os termômetros marcarem calor de 38 graus no domingo (14), os meteorologistas apontam