No data was found

Concedida licença ambiental de 2º trecho da ferrovia Rondonópolis-Cuiabá-Nova Mutum-Lucas do Rio Verde

A licença de instalação do segundo trecho da 1ª Ferrovia Estadual de Mato Grosso, de 71 km de extensão, ligando a Rondonópolis e Juscimeira foi emitido, ontem, pela secretaria estadual de Meio Ambiente (Sema) e permite o avanço dos trilhos pelo traçado que está sendo feito pela Rumo.  É a segunda liberação emitida e a primeira é do trecho de 8,6 km em Rondonópolis.

O processo é feito de modo trifásico, com a emissão da Licença Prévia, e, agora, da Licença de Instalação.  A próxima etapa é a Licença de Operação, que pode ser concedida com a obra pronta, para permitir o funcionamento efetivo do modal.

Para o processo de licenciamento, foram considerados os Estudos e Relatórios de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) entregues pela empresa, que contêm medidas de monitoramento, controle e mitigação de impactos. Além da análise técnica, a Sema realizou vistorias presenciais no local e acompanhou a realização de audiência pública para ouvir a sociedade do entorno.

“Esta licença de instalação consolida o início efetivo da execução da ferrovia em Mato Grosso, dentro dos parâmetros legais e técnicos necessários exigidos pela Sema”, destaca o superintendente de Indústria, Infraestrutura, Mineração, Indústria e Serviços, Valmi Lima.

A ferrovia foi articulada pelo governador Mauro Mendes, ano passado, para colocar Mato Grosso na rota logística nacional, terá 740 km de Rondonópolis, a Cuiabá, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, com  investimento previsto de R$ 11,2 bilhões nos trilhos, terminais de cargas, viadutos e demais obras. A previsão é que fique pronta em 2028.

Compartilhar

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Imprimir

últimas Notícias